do It. sbozzo s. m., delineação inicial de uma pintura, escultura ou desenho; bosquejo; fig., resumo; sinopse.

26.11.06

Hoje queria só falar. Cantá-las dizê-las ouvi-las. Queria falar… ouvi-las escritas de ar. A fadiga da caneta funde-se com a dos olhos entrança-se à saudade de um ouvinte. À falta de um orador. Digo-as para mim e soa a pouco. Fala-me e deixa-te ouvir-me. Olha-me para lá dos olhos deixa-me ver-te. deixa-me ouvir-te o olhar. Deixa-me tocar-te a alma bafejar-te o coração. Deixa-me aquecer… quero falar-te no cantar quero cantar-te enquanto falo. Quero ouvir quem és… Abraça-me a alma dá-me a mão. A fadiga… Hoje queria sorrir-te beijar-te o olhar embriagar-me de ti. Hoje não queria escrever… Se ao menos não chovesse…

2 comentários:

Sari disse...

:)

muito lindo.

*

tesha disse...

É tão bom ler-te...
Tenho saudades de ouvir-te...
**

riscos